Pois é, depois de meses sem postar aqui pra tentar me aprumar mais no ritmo da faculdade, fui ter no final do ano passado a brilhante idéia de acasalar minha collie. Os filhotes são lindos, nasceram em fevereiro, bem quando a faculdade recomeçou o segundo semestre.
O problema não é vender os filhotes, pois graças a Deus eles são de uma linhagem invejável e fora uma das filhotinhas que vai ficar comigo, os demais já estão todos vendidos. O problema é dividir direito o tempo que gasto cuidando deles e o tempo que preciso ter pra estudar.
Pra quem não sabe, eu vou para a aula de manhã e depois ds aulas eu vou, religiosamente todos os dias, para a casa de meus pais. Antes mesmo de almoçar tem um “mar” de fezes para recolher(é isso mesmo, os filhotes são meus e quem limpa a calçada e a sujeira que eles fazem sou só eu) e preciso lavar a calçada, e recolher tudo que eles encontram quintal afora e deixam espalhado por todo lado. Dia desses acharam um pano de chão que uma faxineira deixou dando sopa e quando encontrei já estava em mil pedaços, sem contar os pedaços constando até ns fezes deles… pensam que são avestruzes! Pra estressar só mais um pouco, eles destruíram até mesmo o móvel do tanque da lavanderia de minha mãe, que é o local onde eles dormem.
Voltando à rotina diária de cuidados com eles, eu chego da aula, cato os cocôs de todos os cães da casa, lavo a calçada,aí volto para dentro, lavo minhas mãos várias vezes e vou almoçar.
Na casa de meus pais cada um lava a louça que suja, e quanto a isso nem tenho do que reclamar..embora fique com dó de minha mãe, de 73 anos, limpar as panelas onde a comida é feita ou esquentada.
Como minha turma na faculdade troca muitos emails com informações acerca de provas e tudo mais, eu tenho que sempre depois do almoço dar uma visitada nos emails, e dependendo do que receber da turma faço uma coisa ou outra, ou ainda paro um pouco pra tentar achar por onde começar a fazer as atividades e trabalhos da faculdade. Ai de mim se abrir MSN, pois sempre tem alguém pra ficar chamando pra dizer “dae, tudo belê?”, ou então recebo emails dos compradores dos filhotes, porque eles têm dúvidas de como cuidar dos filhotes, e os que compraram filhotes e ainda não puderam recebê-los sempre me pedem alguma foto ou algo semelhante. Boa criadora que sou, se alguém pede fotos eu faço o quanto antes.
Aí eu baixo as fotos, edito no photoshop, assino, envio…
Depois disso eu tenho que focar na faculdade, senão me perco toda… e vou atrás das coisas que preciso fazer, abro o caderno para ver as anotações e instruções, e fico tão aflita porque preciso dominar o Flash, Blender, HTML, CSS, Ajax, Xhtml, Xsl, Xslt que me desespero e esqueço de começar pelo que entendi melhor… e só falta sair arrancando os cabelos.
Já a seguir vou atrás de tutoriais no google(pois é, pago a faculdade pra ter que procurar tutoriais grátis internet afora… ñ sei pra quê faço faculdade e já começo a achar que todo mundo que consegue acessar o google e aprender usando tutoriais grátis deveria ter diploma universitário) e quando penso “achei o tutorial que faz isso”, eu tento aplicar as regras e nem sempre funciona.
Claro que fico nervosa… quando tenho dúvidas o que meu professor diz? “Já te disse isso mais de mil vezes!”
Caramba, não consigo contar nem com meu professor!
Ah e claro, chega 16h eu tenho que dar a ração dos cães, catar os novos cocôs que tiverem feito, lavar novamente as partes da calçada que eles possam ter sujado… depois disso eu posso ir pra casa.
Os filhotes precisam de atenção pra se socializarem a contento…
A faculdade precisa de dedicação e tempo sobrando pra estudar e não ter dúvidas, pois segundo o que ouço quando tenho dúvidas, eu não tenho o direito de ter dúvida nenhuma…
Fico sem saber se eu é que estou me dedicando pouco, ou se estou no curso errado, ou se a didática do meu professor não é o bastante pra mim e por isso não entendo nada, ou se estou dando maias atenção aos cães do que deveria, ou se estou “assistindo as unhas crescerem” depois que saio da aula (e essa certamente deve ser a opinião de todos os professores, os alunos saem da sala de aula e vão assistir a grama crescer).
Aí a ansiedade faz abrir o apetite, as roupas não cabem direito, o stress pega de novo.
Sinceramente, estou desanimada… nem vou mencionar aqui sobre “trabalhos em grupo” que tenho que fazer porque é mais um motivo de stress… continuo outra hora… antes que acabe xingando algumas pessoas…

Anúncios